Beleza e Saúde

Smartphones podem ser usados para diagnosticar depressão, afirmam cientistas

Uma nova pesquisa aponta que as informações armazenadas nos smartphones poderiam dar indicadores de depressão. O estudo publicado pela Escola de Medicina Feinberg, da Universidade Northwestern, nos Estados Unidos, utilizou dados de telefones celulares para identificar as pessoas com sintomas de depressão, aparentemente, com uma taxa de 86% de precisão.

“O significado disso é que podemos detectar se uma pessoa tem sintomas de depressão e a gravidade desses sintomas, sem lhes fazer quaisquer perguntas”, disse o pesquisador-chefe, David Mohr. “Temos agora uma medida objetiva do comportamento relacionado à doença e nós estamos detectando isso passivamente. Telefones podem fornecer dados de forma discreta, sem nenhum esforço por parte do usuário.”

Os cientistas sugerem que os resultados, originalmente publicados no Journal of Medical Research, poderiam ser usados por profissionais da saúde para fornecer suporte aos pacientes rapidamente quando necessário.

De acordo com Mohr, os pesquisadores estudaram os dados de telefone de 28 homens e mulheres pelo período de duas semanas, rastreando sua localização a cada cinco minutos. Os participantes também foram convidados a responder a uma série de perguntas que indicavam quão tristes se sentiam em uma escala de 1 a 10. “Quando as pessoas estão deprimidas, elas tendem a se retirar e não têm a motivação ou energia para sair e fazer as coisas”, revelou. “As pessoas geralmente usam seus telefones para evitar pensar sobre coisas que estão lhes incomodando, sentimentos dolorosos ou de difícil relação. É um comportamento que vemos na depressão.”

 

fonte: PopTrash