Curioso

Russia: Homem altera contrato de banco e pode ficar rico

20130811f9f62532a42e5f349a0613dfe74f6_h316_w628_m5_cnijchpbm

A história até parece uma boa piada, mas é verdade. Um Russo de 42 anos chamado Dmitry Agarkov derrotou um banco em seu próprio território. Depois de receber um cartão de crédito não solicitado do banco, Tinkoff Credit Systems, Agarkov escaneou o documento, colocou seus próprios termos e mandou de volta para o banco, que assim como a maioria de nós faz, assinou e aprovou o contrato sem ler.

Assim o banco concordou sem saber em fornecer um fartão com crédito ilimitado, sem nenhum tipo de juros ou taxas e uma clausula estipulando que o banco pagaria uma multa caso cancelasse o cartão.

Agarkov usou o cartão por dois anos e depois o Banco cancelou e processou Agarkov na justiça por $1,363 que Agarkov deveria a eles de taxas, juros e atrasos. Por causa do contrato a corte decidiu que o Russo deveria pagar apenas $575 referente aos atrasados.

Agora Agarkov está processando o banco em $727,000, por não honrarem o contrato. O banco se defende alegando fraude, e disseram no tribunal o mesmo que seus clientes costumam dizer nessa situação, “Nós não lemos o contrato”. O advogado de Agarkov respondeu, “O sapato está no outro pé agora né?”.

 

20130812diretor
Oleg Tinkov, CEO do banco Tinkoff