Não negue! Todos nós já fizemos isto.

Lembra de quando você está assistindo a filme e resolve voltar alguma cena e pausar em um exato momento, para garantir que você não perdeu um mamilo detalhe importante?

Um site britânico de assinaturas de filmes, o LOVEFiLM (uma versão europeia do Netflix) analisou o comportamento dos usuários durante um bom tempo, e recolheu informações  de mais de 1,6 milhões de assinantes para traçar um padrão entre eles, buscando entender quais os momentos mais “pausados” dos filmes!

Bom, na verdade eram onze, mas eu decidi (por amor a vocês), retirar o pênis do Tom Cruise em “A Chance” (1983)  da lista. De nada.

Mas chega de enrolar, vamos aos outros “pauses” inesquecíveis do cinema:

10. Nicole Kidman e sua “extremidade traseira” – De Olhos bem fechados (1999)

Mulheres nuas/semi-nuas são sempre uma pausa garantida nos filmes. Stanley Kubrick é conhecido por inserir nudez “desnecessárias” em seus filmes, e o nu traseiro de Kindman é uma de suas mais conhecidas obras! 1% das pessoas que assistiram, pausaram o filme nesta cena.

9. Pacman – Tron (1982) – 2%

Em 1982 os jogos de videogame estavam começando a se tornarem populares, e foi aí que os diretores de Tron resolveram esconder um Easter Egg dos bons! Você lá assistindo o filme numa boa, quando de repente um dos maiores clássicos de todos os tempos, o Pacman, resolve aparecer na tela! Eu curti, e comigo, mais 2% das pessoas que pausaram o filme nesta cena.

8. A poeira que soletra “SEX” – O Rei Leão (1994)

Antes mesmo do Youtube fazer sucesso, este se tornou um dos grandes virais da internet. Os animadores da Disney sempre foram famosos por esconder mensagens subliminares em seus desenhos, e neste caso, a palavra “SEX” aparecia escrita no céu. Pessoalmente, eu ainda não consigo ver isto :s. A cena foi pausada 3% das vezes.

7. Escudo do Capitão América aparece na mesa de Tony – Homem de Ferro 2 (2010)

Um dos primeiros dos muitos easter eggs qye a Marvel colocou em seus filmes foi a inclusão do escudo do Capitão América em cima da mesa de Tony Stark, durante o Homem de Ferro 2. A mensagem foi extremamente sútil, mas suficiente para fazer a cena ser pausada em 4% das vezes.

6. Brad Pitt pisca atrás do médico – Clube da Luta (1999)

Clube da Luta , dirigido por David Fincher e baseado no romance de Chuck Palahniuk, está repleto de momentos dignos de pausa. Algumas óbvias, outras nem tanto, como este, onde Brad Pitt “pisca” em uma das cenas do filme. Estranho, não?. A cena foi pausada 5% das vezes!

5. Jessica Rabbit sem calcinha – Uma Cilada Para Roger Rabbit (1988)

A personagem de Jessica Rabit sempre foi uma das, se não a, personagem animada mais sexualizada de todos os tempos. Suas aparições eram sempre recheadas de diálogos sugestivos e visuais, mas nenhuma cena até hoje conseguiu superar o trecho onde é bastante óbvio que a mesma não está usando calcinha. Devo admitir, isso é um pouco assustador. A cena foi pausada 6% das vezes.

4. O topless de Jamie Lee Curtis – Trocando as Bolas (1983)

Lá por meados dos anos 80, Jamie Lee Curtis era um símbolo de sedução! A moça sempre foi conhecida por seus filmes de terror, e os fãs sempre clamaram por cenas mais picantes com ela. Até que em 19833 uma cena de “Trading Places” resolve acabar com a curiosidade de todos. Este momento foi pausado 8% das vezes que foi assistido.

3. Stormtrooper bate a cabeça – Star Wars (1977)

Os fãs de Star Wars conhecem bem esta cena! George Lucas deixou escapar uma gafe do tamanho de um stormtropper quando em uma das cenas dentro da estrela da morte, um dos soldados do lado negro bate a cabeça ao entrar numa porta. Quando não dá pra notar da primeira vez que você assiste, mas basta prestar atenção que você vai entender porque esta cena foi pausada 15% das vezes!

2. O bumbum de Jennifer Lopez – Plano B (2010)

Jennifer Lopez é uma exímia dançarina, cantora e atriz, mas nada a marca tão bem quanto suas qualidades “”traseiras”. Em 2010, no filme “O Plano B”, o público masculino conseguiu despertar todo o seu líbido ao ver brevemente esta parte tão “única” da atriz norte-americana. Este momento foi pausado 16% das vezes!

1. Sharon Stone cruzando as pernas – Basic Instinct (1992)

Nenhuma surpresa aqui. O trailer erótico de Paul Verhoeven ajudou a tornar Sharon Stone o delírio masculino da época. No filme, a sua personagem, a assassina Catherine Tramell, tenta seduzir o personagem de Michael Douglas, cruzando e descruzando rapidamente uma de suas áreas mais “nobres”. A cena inspirou inúmeras paródias e referências, e foi pausada em 31% dos casos.

Bom, não me surpreendi ao perceber que existe nudez feminina em quatro dos dez lugares (cinco, se você for um demente que contou a Jessica Rabbit), e isto só prova o quanto os seres humanos (homens) são pervertidos.

E aí, que outro momento você nunca esquece de dar uma “pausa” quando assiste? Deixe um comentário!

via: Operários da Web