Uma sul-coreana de 65 anos com fortes dores nas juntas surpreendeu os médicos após uma radiografia. Os especialistas descobriram centenas de agulhas de acupuntura inseridas na pele da idosa.

Segundo o New England Journal of Medicine, as agulhas teriam sido deixadas lá para “estimulação contínua”.  Ao procurar tratamentos alternativos, a mulher se deixou levar por um profissional que disse que deixaria os objetos na pele dela para melhorar a estimulação.

A instituição divulgou a radiografia que mostra os fragmentos em torno do joelho da mulher.

Os médicos disseram que não podem fazer com que a senhora passe por um exame de ressonância magnética, já que as agulhas poderiam se mover e danificar artérias.