Muita gente não sabe, mas existem diversos tipos de cabides e cada um deles conta com estruturas que podem ser indicadas para um modelo de roupa e pouco recomendadas para outras. O cabide errado pode deformar as suas peças e até manchar os tecidos. Um casaco mais pesado precisa de uma cabide mais resistente e grosso para dar estrutura. Ao mesmo tempo, um vestido de seda requer um material que não agrida esse tipo de tecido delicado.

Veja abaixo cinco dicas para combinar o melhor cabide para as suas peças:

1 – O que não usar: cabide de arame

Os cabides de arame está entre os tipos mais baratos no mercado. Por isso, são os mais usados por lavanderias e lojas de roupa. Porém, esse modelo fino e frágil é conhecido por deformar peças de roupas, e por isso deve ser banido do armário. Esses cabides não distribuem o peso da roupa em uma superfície maior e muitas vezes não são largos o suficientes, causando danos a sua peça em caso de uso por tempo prolongado. Além disso, o metal tende a enferrujar rapidamente e pode até manchar alguns tecidos.

2 – Cabides madeira grossa: Casacos e roupas mais pesadas

Ao contrário do cabide de arame, os cabides de madeira mais grossos distribuem o peso da roupa e fornecem mais estrutura. Por isso mesmo, são os mais indicados para casacos e roupas pesadas. Esses cabides não somente fornecerão a estrutura e superfície para não deformar essas peças, mas também são resistentes para aguentar um peso maior.

3 – Cabides grossos de plástico: vestidos, calças e camisas

Os cabides grossos de plásticos podem não aguentar peças mais pesadas como casacos e jaquetas, mas são uma opção econômica para roupas leves como vestidos, calças e camisas. O ideal é ter um cabide de plástico com acabamento arredondado, o que vai permitir que a roupa fique distribuída de forma homogênea.

4 – Cabides com pregador: shorts e saias

Shorts e saias são difíceis de guardar em cabides convencionais, já que por sua própria estrutura e tamanho é mais complexo mantê-los pendurados. Para esse tipo de roupa, o mais indicado são cabides com pregadores nas laterais, que vão dar o suporte necessário para que fiquem no armário e ao mesmo tempo sem deixar marcas de dobra nestas peças.

5 – Cabides finos de madeira ou cobertos por tecido: Vestidos e roupas com tecidos leves

Vestidos e roupas com tecido leve, como a seda, são muito delicados e podem desfiar facilmente. Além disso, peças neste tipo de tecido podem alargar e se deformar quando pendurado em cabides mais grosso. Para evitar que isso aconteça, é necessário usar um cabide de madeira fina e lisa ou um cabide fino revestido por tecido. Caso você não tenha nenhuma dessas opções, é possível usar uma fita crepe para transformar o seu cabide normal em um cabide próprio para pendurar suas roupas em material mais sensível.