Equipe de portal sobre sexualidade ministrará duas aulas em novembro para mulheres interessadas em conhecer a anatomia do pênis e oferecer mais prazer ao parceiro

Aulas serão teóricas e práticas com profissionais da área da saúde Foto: Getty Images
Aulas serão teóricas e práticas com profissionais da área da saúde Foto: Getty Images

 

A jornalista Aline Castelo Branco, junto à equipe do site Mundo da Intimidade, organizará nos dias 2 e 3 de novembro, das 8h às 18h, um curso sobre sexo oral para mulheres, em Salvador. O curso, já difundido na Rússia, terá limite de 30 alunas e abordará as zonas erógenas próximas ao pênis, a anatomia do órgão, quando e como iniciar o sexo oral, como introduzir o membro na boca, técnicas de acariciamento dos testículos, cuidados com o uso dos dentes, DSTs, uso de preservativo, entre outros temas.

 

As aulas terão participação de sexólogos, infectologistas, urologistas, terapeutas e fonoaudiólogos. Segundo Aline, os professores utilizarão bastante teoria, mas também próteses penianas para a parte prática. “As mulheres vão tocá-las para entenderem como funciona. A ideia é ter consciência corporal e mental daquilo que está fazendo”, explicou. “O curso foi montado para educar, instruir e ajudar algumas mulheres a aperfeiçoar as técnicas para satisfazer os parceiros”, acrescentou.

 

Jornalista e pesquisadora sobre sexualidade, Aline comanda o programa de rádio Confessionário, em Salvador, que recebe dúvidas sobre o assunto constantemente. Em maio deste ano, ela decidiu criar o portal Mundo Intimidade para levar os temas abordados no programa para a internet. A equipe do portal passou a realizar cursos como, por exemplo, a “chair dance” (dança sensual na cadeira), e Aline começou a pesquisar sobre outros programas para oferecer. “Tinha vontade de montar o curso (sobre sexo oral), mas não sabia como colocar em prática sem sofrer preconceito. Descobrimos as aulas na Rússia, avaliamos e montamos aqui”, contou ela.

 

O programa na Rússia custa entre R$ 800 e R$ 1 mil, mas, segundo Aline, o preço do curso no Brasil deve ser bem abaixo do valor. A organizadora já recebeu mais de 100 e-mails de mulheres interessadas, não só de Salvador, mas também de São Paulo e Curitiba. No entanto, ela reforçou que a primeira turma só terá 30 vagas. “Estamos estudando uma segunda edição”, afirmou. De acordo com Aline, o curso será voltado apenas para mulheres, mas existe um projeto de aulas para homens sobre sexo oral na mulher.

 

matéria do Terra

 

Deixe uma resposta